Perguntas frequentes

16/07/2012

Qual a tecnologia mais utilizada hoje para o tratamento de estrias antigas ( brancas )?

O tratamento que tem mostrado resultados promissores, é o laser de Co2 fracionado.

O Laser de CO2 Fracionado tem grande afinidade pela água presente na pele, causando rápido aumento de temperatura e destruição do tecido. Além disso, este laser aquece as camadas mais profundas da pele, estimulando a remodelação do colágeno e contração da mesma, o que provoca uma diminuição da flacidez.

O feixe de laser é separado em vários micro-feixes de luz, como se fosse um chuveiro. Com isso, o laser atinge micro-pedaços da pele, deixando áreas de pele intacta entre as ilhotas de pele atingida.

É essa pele que não foi afetada que vai facilitar a cicatrização das colunas de tecido atingidas pelo laser.

As pequenas pontes de pele intacta permitem a reestruturação da epiderme (camada superficial da pele) de uma forma mais rápida e possibilita ao paciente um retorno às suas atividades normais num tempo mais curto.

O Laser de CO2 Fracionado não causa descamação como nos peelings químicos, apenas vermelhidão na pele nos 2 primeiros dias após a sessão.

 O Laser de CO2 Fracionado estimula a formação de uma nova camada de colágeno que se mantém.

Após as sessões orientamos o uso de roupas mais leves e largas para não haver atrito com a pele que está sensível devido a ação do laser.

Podem ocorrer manchas no local de aplicação dependendo do tipo de pele, que podem ser clareadas posteriormente  com o uso de clareadores tópicos.

O número de sessões necessárias para bons resultados varia de acordo com o tipo e a quantidade de estrias, sendo em média 5 sessões.

 

Dra Fabiana Borges da Costa